all about me...:

site

livejournal

flickr dccplay

flickr dccplay2

blip.fm

tumblr

soundcloud

quinta-feira, agosto 02, 2012

Textos Correntes #15


Não longe das cidades estão as aldeias de onde se fareja o mar. Pelo caminho, como um cão à janela de um carro, com a língua de fora, fui largando os pensamentos.
No regresso poderá haver outro caminho e avistar outros, de outras pessoas – fazê-los crescer nos meus, descobrir-me os ossos neles, confrontá-los com os meus próprios, aos meus olhos, nas minhas mãos, derrete-los pelo pescoço. Lavar-me. Secar-me. Esticar-me ao sol.
As cidades enclausuram-me numa caixa de reflexões, tantas vezes contraditórias e num peso de insatisfação crescente. Os metais queimam, entre os reflexos e os raiares no alcatrão. O verão na cidade é, tantas vezes, uma canção desolada. Sei-o agora, que estou a ficar livre em cima de um muro de cal desbotada, a espaços comida pelas ervas fortes das coisas periféricas, à margem do sufoco do labirinto. É um elogio ao espaço de onde quase se vê o mar e os cães vão para lá, correr num areal sem fim.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Arquivo do blogue