all about me...:

site

livejournal

flickr dccplay

flickr dccplay2

blip.fm

tumblr

soundcloud

quinta-feira, agosto 16, 2012

Leituras Correntes #8


"Nem um só momento, velho e formoso Walt
Whitman,
deixei de olhar a tua barba cheia de borboletas,
os teus ombros de bombazina gastos pela lua,
(…)
Nem um só momento, formosura viril,
que em montes de carvão, vias-férreas e anúncios,
sonhavas ser um rio e dormir como um rio
com aquele camarada que poria no teu peito
uma pequena dor de ignorante leopardo.
Nem um só momento, Adão de sangue, macho,
homem sozinho no mar, velho e formoso Walt
Whitman
(…)
Mas tu não procuravas olhos arranhados,
nem o pântano sombrio onde afogam os
garotos,
nem a saliva gelada,
nem as feridas curvas como panças de sapos
(…)
Tu procuravas um nu que fosse como um rio,
toiro e sonho que junte a roda à alga
(…)
Porque é justo que o homem não procure o prazer
na selva de sangue da manhã mais próxima.
O céu tem praias onde evitar a vida
e há corpos que não devem repetir-se na aurora.
Agonia, agonia, sonho, fermento e sonho.
(…)
Pode o homem, se quiser, conduzir o desejo
por veia de coral ou nu celeste.
Amanhã todo o amor será rocha e o Tempo
uma brisa que chega adormecida pelos ramos
 
(...)"


Sem comentários:

Enviar um comentário

Arquivo do blogue