all about me...:

site

livejournal

flickr dccplay

flickr dccplay2

blip.fm

tumblr

soundcloud

terça-feira, junho 05, 2012

Textos Correntes #5

Atravesso-o até ao outro lado: espelho teu, espelho teu.
Vim de longe e ao perto me encontro – a mão no espelho; espelho teu, espelho teu.
Diz-me, queres um substituto? Espelho teu, espelho teu, há águas mais espelhadas que as tuas? Que cova é esta? Que ponto negro é aquele? Como amplias, diminuis, invertes, desapareces? Com que golpe de óptica te orientas pelos focos?
Poço teu, poço meu, deixa-me ser teu, agora que cambaleio pela lente feliz e atordoado pelo sol no espelho – a luz a cegar momentaneamente os olhos: a reflexão rápida num gesto de ângulos quase rectos.
O esforço da verticalidade, contra a gravidade. Uma cascata no verão – a força desmedida que não conteve o prisma difusor; espelho teu, espelho teu, debruço-me, por favor.
Vejo um lago em vez do oceano. Não sou o mesmo. Guarda-te a luz numa caixa e constrói uma estrela com o seu calor. Porque é que és mais que um espelho? És? Se não, porque não poderás ser? Não reflictas agora, espelho teu, espelho meu. Há mais lados.


Sem comentários:

Enviar um comentário