all about me...:

site

livejournal

flickr dccplay

flickr dccplay2

blip.fm

tumblr

soundcloud

quarta-feira, novembro 02, 2011

I believe the hype


A versão boa tem 9 minutos e tal. Isto dá para uma matiné e fica para os arquivos.
Aqui há anos descobri um vídeo que tinha uma fila de travestis 'todos de julia roberts', encostados a uma parede a abanar ligeiramente a cabeça. Imaginem. Era isso que queria postar, mas não reencontrei. Fui talhado para apreciar o incomum e o extraordinário. A ficção não me surpreende, a realidade é pouco. Gosto de me achar exigente. But, i can get satisfaction. Há todo um mundo de pequenos-almoços por vir. Onde se fale daquilo que faz de um bábá, um bom bábá; do mútuo consentimento, do Sérgio Godinho, do cartaz "Não se brinca com o amor". Palhaçada. Dos tempos passados, em nostalgia. Do mundo em ruínas, ou assim o vemos ou queremos ver, porque as ruínas são interessantes. Como quando eu tinha uma tara por fotografar edíficios em desconstrução. Como as torres caídas de uma cidadela do imaginário infanto-juvenil para adultos. Como uma cara em decomposição ao som da(s) Rugas dos Humanos, ou os líquidos coloridos e fantasiosos a percorrer os relevos da Björk na Hidden Place. Como a Dusty (Springfield) - que nome bonito. Remate: tudo isto é fado. Que preenche o vazio.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Arquivo do blogue