all about me...:

site

livejournal

flickr dccplay

flickr dccplay2

blip.fm

tumblr

soundcloud

segunda-feira, dezembro 06, 2010

No man is an island.

And there is no naïve continent.
Nada de novo. A sensação de que nada, de curto a médio prazo "mudará".

"Uma crítica realmente progressista do mundo deve, antes de mais, incidir sobre as desigualdades de acesso aos recursos de todos os tipos - desde os direitos até à água. Porém, as desigualdades não são apenas um problema técnico. Elas revelam e exarcebam o enfraquecimento da coesão social - o sentimento de viver em comunidades compartimentadas, que têm como principal razão de existir a exclusão dos outros (menos afortunados que nós) e a manutenção das vantagens para nós e para as nossas famílias. É esta patologia da nossa época e a maior ameaça que paira sobre a saúde de qualquer democracia. Se persistirmos nestas desigualdades absurdas, acabaremos por perder todo o espírito de fraternidade. A fraternidade revelou ser a condição necessária da própria política. Há muito tempo que se sabe que qualquer grupo humano assenta no sentimento, transmitido de geração em geração, de uma finalidade comum e de uma dependência mútua. A desigualdade não é apenas incómoda do ponto de vista moral: é também ineficaz." Tony Judt

Sem comentários:

Enviar um comentário

Arquivo do blogue