all about me...:

site

livejournal

flickr dccplay

flickr dccplay2

blip.fm

tumblr

soundcloud

sábado, maio 29, 2010

PoP

Passei muitas horas, nos anos 80, a levar os pixeis que delineavam o aloirado rapazola de branco pelas armadilhas de um castelo/palácio com muitos níveis (e desníveis). Havia espinhos de metal, buracos sem fim, chão e tecto falsos, portais laminados, espelhos mágicos, gémeos malignos, poções miraculosas, muita alegria, enfim, as mil e uma arábias à disposição de uma disquete, tudo para salvar uma princesa. Para um puto de seis ou sete anos que só conhecia o Tetris, o Pac-Man e pouco mais, foi o desaire.
Desapareceu durante muitos anos até que recentemente regressou às plataformas para por fim aterrar em blockbuster e despontar um possível reinado. A grande surpresa é que não me é desapontante. Não escondo até, entusiasmo. A Múmia? Blegh. Piratas das Caraíbas? Naa. Indiana Jones? Bom, esse é indestronável, mesmo contando com a mais recente débil aventura. Mas o Prince of Persia é o meu novo ex libris pipoqueiro.

pH

domingo, maio 23, 2010

Observação da noite passada

Testemunho que os Peste & Sida existem. Estiveram ali debaixo do Camões e muito bem. Apelaram ao gingar do trabalho com uma faixa Avante por cima, juventude contra o PEC. Eu preciso de um plano de estabilidade, mesmo, não é do mesmo que falo agora. Se possível, como o do rapaz que gingou o pé descalço, sapato e peúga na mão a acenar ao público, agarrado e fotografado contra o candeeiro. Como uma menina morena e encaracolada com não mais do que sete ou oito anos às cavalitas e a gestualizar o sinal rockeiro com a mão e a boca a seguir as letras de fio a pavio. Como a dança miraculosa do Avante, um hino tribalesco, de indução eufórica e alegre, infusão espiritual que os leva a todos a descer e a subir, a saltar e a aguardar a chegada de um ovni. Despe e siga.

back to back

terça-feira, maio 18, 2010

Merry age / Have one on me (or two or three)

"If you ever need a stranger
To sing at your wedding
A last minute choice
Then I am your man

I know every song, you name it
By Bacharach or David
Every stupid lovesong
That's ever touched your heart

Every power ballad that's ever
Climbed the charts

You think it's funny
My obsession with the holy matrimony
But I'm just so amazed to witness true love

And true love can be measured
Through these simple pleasures
They are waiting there for you
To be discovered

I would cut of my right arm
To be someones lover

Maybe I'll meet her there tonight
At the wedding buffee
I walk up to her
When she's caught the bouquet
And oh, it's just like a whirlwind"


terça-feira, maio 11, 2010

A propósito,

"Deus é um conceito económico.
À sua sombra fazem a sua burocracia metafísica os padres das religiões todas."
Álvaro de Campos

terça-feira, maio 04, 2010

Aforismos

"Representamos o objectivo e o subjectivo, a quantidade e a qualidade, o número cardinal e o ordinal, a desordem corpuscular e a música das esferas, a fatalidade e a liberdade. Representamos tudo isso, num cenário sólido, líquido e gasoso. E, por isso, comemos, bebemos, e respiramos; - três virtudes do fôlego animado, porque muda o que come, em sensações, o que bebe em sentimentos e o que respira em ideias claras ou obscuras, conforme é límpido o ar ou enevoado… É de sólida origem a sensação; o sentimento é já de origem fluídica; e, então, o pensamento é só cor azul ou imagem íntima da luz"

Teixeira de Pascoaes
Folheei-o na Feira do Livro de Lisboa deste ano, mas não o trouxe do stand. Por 3 euros, foi mesmo pecado.

Arquivo do blogue