all about me...:

site

livejournal

flickr dccplay

flickr dccplay2

blip.fm

tumblr

soundcloud

quinta-feira, julho 02, 2009

Estatística com a Dona Lina

Findo o calendário académico de um semestre de provações custosas à base de cumprimento de horário de duas singelas cadeirinhas, vejo-me hoje a ter feito pouco mais do que ouvir música a tarde toda. Às vezes ia espreitar o conteúdo programático e os exercícios feitos, excelsos em intervalos de confiança com alfa muito baixinho, que faz o grau subir e por conseguinte baixar a precisão do intervalo, o intervalo que foi o meu dia. A falta de confiança que vai estar no de amanhã (exame...).

Entretanto estou a ouvir a Dona Lina e a Carla em repeat. Senhora que apareceu há uns anitos e a quem recentemente fomos saber as notícias (eu e uma cachopa), ver se estava disponível. E ainda está. Trazido pela label "You Are Not Stealing Records", pode aceder-se a um dos conjuntos de experiências musicais dos Stealing Orchestra, cuja única coisa que encontrei no YouTube vai de encontro ao algo esquisito mas também étnico...é que a Dona Lina é muito étnica. Basta pensar que, tanto quanto sei, existe mesmo e deixou aquela bonita mensagem no atendedor de chamadas, eu não conseguiria fazer melhor:

"Olhe daqui Dona Lina boa noite,
É a mulher do Carlos Manuel Silva.
Eu tenho dado com umas chamadas no telemóvel do meu marido,
E sei que são daí,
E já está uma no meu telemóvel.
O próximo telefonema que o meu marido tiver no telemóvel,
Quem vai fazer um escândalo aí ao seu prédio e da sua mãe,
Vai ficarem todos os seus vizinhos a saber,
Que você é uma granda puta, uma granda vaca,
Que não tem vergonha de andar com um homem casado,
E que sabe que ele tem dois filhos,
Sua granda vaca granda puta,
Não tem nada que fazer,
(...)
Tem algumas conversas para ter com o meu marido?
Não tivesse deixado o seu namorado,
Tivesse casado com ele,
Sua ordinária
(...)"

Isto embrulhado numa guitarrada portuguesa.

Aqui: Stealing Orchestra (É Português? Não Gosto!).

O meu outro vício é "Conheci a Carla nos Carrinhos de Choque", e não digo que não à "Overdose no WC da Feira Popular".
E já agora,
a minha distribuição preferida é a hipergeométrica. A minha probabilidade favorita é a condicionada, porque isto das condições é uma coisa que toca a todos, e bom, porque me faz lembrar (da matéria) do secundário e a modos que achar que afinal passaram só dois dias.

3 comentários:

  1. boas.
    podes partilhar o MP3 / youtube / etc do discurso da Dona Lina, por favor?

    ResponderEliminar
  2. Olá!
    Segue este link:
    http://www.archive.org/details/yansr001

    ResponderEliminar
  3. muita bom. granda clássico haha

    ResponderEliminar

Arquivo do blogue