all about me...:

site

livejournal

flickr dccplay

flickr dccplay2

blip.fm

tumblr

soundcloud

segunda-feira, março 30, 2009

Whip it!

Hoje dei entrada p'á minha nova segunda casa. Fui dar entrada e fui também visitá-la. Já lhe conheço os cantos: a sauna, as piscinas, as salas de aulas, o salão das máquinas, o court, o ristauranté, as escadas p'a cima e p'a baixo, tudinho. Pois, a minha nova segunda casa vai ser um ginásio. Finalmente, depois de anos e anos com somente uma tentativa (desperdiçada) nesses antros de degenerados da sociedade. Aderi por fim aos healthaholics. E não vou ser nada anónimo: mal que volte a ver aquelas senhoras das braçadas graciosas na piscina exterior aquecida (uuhuhh), vou lá perguntar-lhes se os maridos são tão giros quanto elas. E claro, oferecer-lhes copos de vodka ananás e uma cigarrada, que fica bem na piscina e se temos saúde é porque é para a gastar. Não há nada que tenhamos que não seja para dar, gastar ou estragar.
Espero que o entusiasmo dure mais que duas semanas ou assim.
A necessidade de fazer qualquer coisa nova que me distraia e faça bem já estava a apertar-me.

sexta-feira, março 27, 2009

Desconforto

Estou vivo
mas quero viver
Não quero salvar-me porque não posso salvar-me
porque a salvação não existe
Perdi o meu percurso
e tudo o que herdei de mim próprio
No mundo as palavras não compensam
a violência absurda do sofrimento
Na página elas podem ser a invenção
de um frémito perante um corpo nu
É na palavra que se acende a minha vida
mas a minha vida sobra sempre como uma cauda cinzenta
Por que é o infortúnio a norma
e não há resgate para a morte?
O mundo é estranho mas é irrefutável
na sua contínua sucessão que nos transcende
e passa sobre nós como se não existíssemos
Teremos acaso de nos unir e reinventar as nossas vidas
para que os deuses nasçam do nosso desamparo?
O silêncio conduz-nos à sua infinita fronteira
mas o ócio iluminado pode vogar na casa
como se estivéssemos entre palmeiras e araucárias
Toda a viagem é um regresso ao ponto de partida
para partir de novo entre a água e o vento.

(...)

É óbvio que não há nada para ver além das coisas
mas há o desejo de ver não sabemos o quê
Os valores vivos não estão além das coisas
e não estão também nas coisas
mas entre o silêncio e as palavras
entre o silêncio das coisas e o silêncio do nosso olhar

(in "Deambulações Oblíquas", António Ramos Rosa)

segunda-feira, março 23, 2009

Os "outros passatempos": spa, internet à borla e pista de karting, se calhar?

«Josef Fritzl vai ter direito a escolher entre três cadeias austríacas a que prefere para cumprir a pena de prisão perpétua a que foi condenado na semana passada por ter sequestrado e violado repetidamente a sua filha Elisabeth durante 24 anos.

A escolha vai em princípio recair sobre a cadeia de Garsten, um antigo mosteiro beneditino, no qual terá à sua disposição um ginásio, uma biblioteca, aulas de ténis e artes clássicas, cursos de línguas estrangeiras e muitos outros passatempos, noticiou ontem o Sunday Times, citando o advogado de defesa.

Esta prisão fica situada no estado da Alta Áustria, a apenas meia hora de carro da cidade de Amstetten, na qual Fritzl, de 73 anos, manteve a filha prisioneira na cave da sua casa. Teve sete filhos com ela, um dos quais morto à nascença.
Elisabeth tinha 18 anos quando foi sequestrada pelo pai, 42 quando o caso foi descoberto, em 2008. Os filhos têm problemas físicos e psicológicos. Foi aliás a doença da mais velha que obrigou o engenheiro a levar Elisabeth ao hospital e que levantou suspeitas junto da polícia. A rapariga, de 19 anos, nem sequer tinha certidão de nascimento.

Também conhecido como "o Monstro de Amstetten", Fritzl vai ter companheiros de prisão como o apresentador de televisão austríaco Helmut Frodl, o qual se encontra a cumprir pena de prisão perpétua pela morte de um rival que desmembrou com uma serra eléctrica.(...)»
(Fonte: DN)

sexta-feira, março 20, 2009

Só um apontamentozinho

Alguém mais viu o Mário Soares a responder a um jornalista que lhe perguntou o que sugere (relativamente à crise e a medidas) "Eu sujéro (...)" ?
Apreciei muito.

sexta-feira, março 13, 2009

Planet Health

"When I arrived on planet health

In the state of being well

So I altered my self conscious messes

And body images

I visited the food pyramid

In the desert of vitamins

I found a desired heart rate

And a mouth to mouth ressuscitate

I am feeling great tonight

I am feeling great tonight

I am feeling great tonight

I am feeling great tonight

I was trained in diversity

In the garden of puberty

Where they Heimlich maneuvered me

And they showed me how to make a baby

I found my friends in the forest of loves

Where we just said no to drugs

Our intercourse was well protected

We made love with each others' eyes

We're feeling great tonight

We're feeling great tonight

We're feeling great tonight

We're feeling great tonight

Then I found out where you're sent

When you're sick and sad and old

They kick you off of planet health

Into a universe of cold

Stop drop and roll

Just stop drop and roll

Stop drop and roll

Gotta stop and put out the fire

Stop drop and roll

Just stop drop and roll

Stop drop and roll

Gotta stop and put out the fire

Feeling great tonight

I am feeling great tonight

I am feeling great tonight

I am feeling great tonight"

quinta-feira, março 05, 2009

Camille (George Cukor)

Vi ontem depois de tomar o ben-u-ron para a baixar a febre. Reconforta-me ver filmes doente quando os personagens também estão doentes.

segunda-feira, março 02, 2009

Rainhas da prostração



Não sei comentar isto

Passo a repetir:
Luísa, irmã de Luciana Abreu, trouxe "Pedro Pinto", o boneco que dá sorte à apresentadora de "Lucy". "É importante, porque ela tem-no como amuleto da sorte. É com "Pedro Pinto" que ela desabafa, e acha que ele transmite força e coragem para enfrentar a vida", revelou.

Apetites



Já comi o Dom Duarte. Amigos meus ficaram com a Isabelinha e a criançada.

Arquivo do blogue