all about me...:

site

livejournal

flickr dccplay

flickr dccplay2

blip.fm

tumblr

soundcloud

terça-feira, dezembro 22, 2009

Highly recommended

Uma incursão pela Roma Antiga e arredores, um lugar violento de poesia, sexo e feitiçaria. Adaptado livremente do clássico de Petrónio, seguimos o percurso vertiginoso de Encólpio atrás de uma paixão cruel, em que as aventuras e desventuras acabam por ser a substância da história, um pouco ao estilo d'As Mil e Uma Noites. Figurantes e actores magistralmente conduzidos em evocações visuais que vão desde o perturbante e terrífico ao belo e inesquecível.

domingo, dezembro 13, 2009

Recently seen (movies)

O primeiro é sobre o massacre do Ruanda, fala-se muito em Deus, Jesus e sacrifícios, conferindo-lhe aura natalícia. Retrata um episódio desesperante verídico e fazem parte da equipa técnica sobreviventes do genocídio. Não me pareceu de todo uma obra-prima, contudo, faz chorar.

O segundo são 190 minutos de nipónicos do século XVI, muitas vezes de rabo ao léu. 7 samurais organizam-se e empenham-se em estratégias de guerra a fim de enfrentar um bando de cerca de 40 saqueadores (mais bem armados e a cavalo) de aldeias de pobres camponeses. Não vi com toda a atenção do mundo, mas conto rever e perceber melhor porque é que é uma obra-prima.


segunda-feira, dezembro 07, 2009

Post para os miúdos e graúdos

"You better watch out
You better not cry
Better not pout
I'm telling you why
Santa Claus is coming to town
He's making a list
And checking it twice;
Gonna find out
Who's naughty and nice
Santa Claus is coming to town
He sees you when you're sleeping
He knows when you're awake
He knows if you've been bad or good
So be good for goodness sake!
O! You better watch out!
You better not cry
Better not pout
I'm telling you why
Santa Claus is coming to town
Santa Claus is coming to town"

(NEW YORK CITY- Santa leaves a bar, 1968. © Bruce Gilden / Magnum Photos)

quinta-feira, dezembro 03, 2009

Publicidade Institucional

(Lisboa, Dezembro de 2009)

The yellow smile



"NEW YORK- Dec 1 2009 A silent home movie that apparently shows Marilyn Monroe smoking marijuana has been sold for $275,000. Monroe is seen reclining on a couch with at least two other people in a New Jersey home. At one point she's handed a cigarette and takes a quick puff.

The man who shot the movie says the cigarette contained marijuana that he owned. He said the footage sat in an attic for about 50 years before it was rediscovered. Collector Keya Morgan purchased the film, and says he believes it was made around 1958 or 1959. Monroe has her trademark golden curls and frequently smiles at the camera."

segunda-feira, novembro 23, 2009

Leitura entre estações

«Que a vida é apenas um sonho já antes de mim outros o disseram, e é esta uma ideia que me persegue por toda a parte.
Quando vejo em que estreitos limites se encerram as belas faculdades do homem; quando vejo que a sua actividade e a sua inteligência se esgotam para a simples satisfação de necessidades tendentes a prolongar a nossa pobre existência, quando considero que a sua tranquilidade, em presença de certos problemas da vida, é tão somente uma ilusória resignação, como seria a do prisioneiro cujo cárcere tivesse as paredes revestidas de pinturas atraentes e variadas, então, meu caro Guilherme, concentro o espírito em recolhimento e encontro nele um mundo de pensamentos... ou antes de percepções confusas e de vagos desejos... Não são raciocínios, ainda menos projectos de acção, mas intangíveis sonhos que me flutuam ante os olhos e nos quais gostosamente me perco.»
(J. W. Goethe, Werther)

domingo, novembro 15, 2009

Coisas que aparecem quando pesquisamos por filmes de 1969

Achei por bem partilhar o seguinte:

Pai Natal:

Eu sei que ainda não estás bem bem de aparecer, mas eu sou muito ansioso e já sei o que quero que tragas na saca cá para casa. Uma arcada. Daquelas de jogos. Arcade. Isso. Disto:

Obrigado.

sexta-feira, novembro 13, 2009

Isabel Alçada

Tenho a certeza que a fabulosa senhora saiu de um épico da Jane Austen.
Mas o que me interessa ler é Uma Aventura no Ministério.

quinta-feira, novembro 05, 2009

Acho que já somos amigos

Passo por ele quase todos os dias.
Cumprimenta-me ocasionalmente. Já me piscou o olho.


(Lisboa, Novembro 2009)

segunda-feira, novembro 02, 2009

domingo, novembro 01, 2009

segunda-feira, outubro 26, 2009

"Hotel City"

Hoje, ao final do dia, passei por uns quantos hóteis, e, por coincidência, também hoje, "conheci" a Janice Jong - que tem justamente esta ilustração:

© Janice Jong

terça-feira, outubro 20, 2009

Manual de maus costumes

Disse agora Saramago, sobre a Bíblia.
Um exemplo concreto: uma rapariga, aos treze anos, queria ser freira. O pai, sensato, leu-lhe passagens, incluindo partes do Génesis, e a menina desistiu.

Arrebitar o Prince

Atenção ao enrolanço dos 3:01. E ao senhor dos anéis também.

sábado, outubro 17, 2009

"Decisões"

"A principal forma de mudarmos ou melhorarmos as nossas vidas é encontrarmos uma forma de tomar acção. De cada vez que tomamos acção damos início a uma sequência de causa e efeito que nos conduz numa determinada direcção. Para assumirmos então o controlo do nosso futuro, devemos antes assumir o controlo das acções que tomamos de uma forma consistente.
Mas qual será a origem das nossas acções. Como é que elas surgem? E a resposta encontra-se nas nossas decisões. As nossas acções são sempre precedidas pelas nossas decisões. (...)
O desafio é que a maior parte de nós não compreende sequer o que significa tomar uma verdadeira decisão. Habituámo-nos a usar o termo de uma forma tão leve que o confundimos muitas vezes com preferências ou com desejos. Daí não compreendermos também o fantástico poder que uma verdadeira decisão liberta. O poder de um verdadeiro compromisso. Do verdadeiro empenho.
Tomar uma (verdadeira) decisão significa eliminar todas as outras alternativas. Significa que não existe sequer a possibilidade de não acontecer aquilo que acabámos de decidir. Se reflectirmos sobre a origem da palavra compreendemos exactamente a sua força. Decisão significa algo que tem origem numa cisão, ou seja, num corte. De cisão.
Uma verdadeira decisão transforma-nos numa pessoa diferente. E isso porque nos compromete com diferentes resultados, com diferentes padrões, com diferentes hábitos. E quanto melhores forem os padrões e os resultados que decidirmos para nós melhores pessoas nos tornamos. E, por isso, devemos tomar decisões com frequência. Muitas vezes pergunto às pessoas o que aconteceria às suas vidas e carreiras, se todas as semanas tomassem decisões sobre elas... o crescimento seria inimaginável.
Mas o melhor do poder das decisões é que todos nós o possuímos. Não é algo reservado a alguns predestinados, ou a indivíduos que nascem em condições privilegiadas. (...)
E, ao juntarmos o poder das nossas decisões com o de objectivos claros, tornamo-nos praticamente imparáveis. Uma decisão associada a um objectivo torna-nos verdadeiramente poderosos, porque a uma decisão está associada acção. E não qualquer tipo de acção, mas acção massiva. Acção com níveis de urgência e concentração de poder elevados. A uma verdadeira decisão associamos 100% dos nossos recursos. (...)
A única forma de não realizar um objectivo, depois de tomar uma decisão, é desistir. Devemos manter o compromisso absoluto com as decisões, mas mantermo-nos flexíveis na nossa abordagem até encontrar o caminho."
(Paulo Vilhena, in "Oje", 13.10.09)

sexta-feira, outubro 16, 2009

sexta-feira, outubro 09, 2009

3 anos!

1) Festa

2) Momento de introspecção/balanço/ressaca/retiro espiritual

---------------------------------
---------------------------------
---------------------------------
---------------------------------
---------------------------------


3) Outros (tantos) anos virão ...?

quarta-feira, setembro 30, 2009

Cagufa

Grande manchete:


Sinais de fumo, que tal? Ou se não puder subir ao Palácio e acender a fogueira, e as escutas abusarem, o código da língua dos "p". "Ma-pa-ri-pi-a-pa, hô-pô-je-pe jan-pan-tan-pan-mos-pos fó-pó-ra-pa!". Ninguém vai decifrar.

sábado, setembro 26, 2009

Xa-ran 2

Ter um poster do "mais famoso cruzar de pernas" é só um pózinho do rebelde anarquista, discreto, que lhe ruge no interior. Aqui sim se vê o que realmente tem a dizer e pensa sobre as sondagens e o seu valor relativo.

Xa-ran

"Segundo relatos posteriores aos acontecimentos, por volta do meio dia, depois de rezarem o terço, as crianças teriam visto uma luz brilhante; julgando ser um relâmpago, decidiram ir-se embora, mas, logo depois, outro clarão teria iluminado o espaço. Nessa altura, teriam visto, em cima de uma pequena azinheira (onde agora se encontra a Capelinha das Aparições), uma "Senhora mais brilhante que o sol"." (wikipedia)
Portugal's Social Democratic Party leader Manuela Ferreira Leite gestures at a campaign rally on a street in Lisbon September 25, 2009. Portugal votes on Sunday in a parliamentary election that is almost certain to turn back the clock to times of political uncertainty just as it tries to tackle an economic downturn. REUTERS/Nacho Doce (PORTUGAL POLITICS ELECTIONS IMAGES OF THE DAY)

quinta-feira, setembro 24, 2009

"Let The Right One In"

Se o loiro nos seus cabelos
Não abraçasse o terror do sangue
Um Kubik entrelaçado
Afogar-se-ia emboscado!
(isto é uma ode)

domingo, setembro 13, 2009

Venha a nós aquele Reino

Os calafrios mais aproximados aos que tive com esta série, foram passados em fugazes instantes toca-e-foge no oratório da minha avó. Perdoai-me, não sei o que faço. Ando novamente muito religioso, e já sei que o Saramago é isto e aquilo, mas diz por aí que deus vai ser o personagem principal de Caim, o novo livro, e estou ansioso.

segunda-feira, setembro 07, 2009

70'S BLAXPLOITATION



Seen it.

"But off the job i'm a real pussycat!"

"Do me a favor, write your report... on your ass!"

Estou à procura da banda sonora.

domingo, agosto 30, 2009

Política do engate

A romeira (de quem aqui já falei numa ou outra ocasião) não gosta mesmo de filmes de terror, nem os vê. Por outro lado, compensa com estas coisas por e-mail:

Arquivo do blogue